Blog

  • Home

Desde que o COVID-19 foi considerado pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) diversas empresas ao redor do mundo se viram obrigadas a liberar seus colaboradores para trabalhar de forma remota. O problema é que muitos deles não estão habituados ao home office. 

Embora muitas dessas empresas estejam enxergando a situação como algo temporário, a tendência é que o trabalho remoto se torne a norma. Por isso, é importante tratar essa transformação digital forçada como um período de testes e aprendizados para o futuro do trabalho. 

Com o crescente interesse pelo tema gerado pela pandemia, diversos especialistas no assunto têm publicado conteúdos com dicas de produtividade que passam por criar uma rotina e ter um espaço adequado para trabalhar. Essas dicas, de fato, são importantes, mas o mais importante neste momento é adaptar a cultura da empresa para o futuro do trabalho. 

Separei algumas lições que aprendi ao longo dos anos trabalhando remotamente. 

Antes de mais nada, confie na sua equipe 

A confiança é peça fundamental para o sucesso no trabalho remoto. Ela deve estar inserida nos valores da empresa. 

Gestores devem estar preparados para definir claramente expectativas e prazos, dando autonomia e confiando em suas equipes. 

Você não precisa (e não deve) cobrar seus subordinados o tempo todo, mas deve fazer check ins regulares e, sempre que necessário, fornecer feedbacks. 

Confie na sua equipe para realizar o trabalho e deixe para trás técnicas antiquadas de microgerenciamento. 

Comunique-se de maneira eficaz – e por escrito 

Trabalhar de forma remota não é uma desculpa para desaparecer. Sempre que for conversar com seus colegas, peça a eles que liguem suas câmeras. O contato visual é importante. Além disso, grave suas reuniões – dessa forma você pode consultar posteriormente o que foi discutido. 

Por fim, mantenha uma comunicação clara por escrito. Uma boa regra geral para a sua equipe é: se não estiver documentado, não aconteceu. Incentive seus colegas a fornecer atualizações diárias ou semanais dos projetos em andamento. 

Tenha momentos de descontração com seus colegas 

O trabalho remoto é solitário por natureza. Conectar-se com seus colegas por vídeo para compartilhar interesses fora do trabalho – principalmente em tempos de isolamento social – pode ser uma ótima maneira de criar conexões com a sua equipe. Esse tipo de conexão é vital para times que trabalham remotamente. 

Crie espaços de bate-papo designados para assuntos gerais – uma espécie de “corredor remoto”. Esses espaços são importantes para que os trabalhadores não se sintam sozinhos.  

Conversar sobre temas do dia a dia e sobre as dificuldades de cada um pode ser uma ótima forma de aprendizado. 

Cultura é cultura – com ou sem mesa de sinuca 

Um estudo realizado em 2018 por pesquisadores da Walden University sobre a experiência do trabalho remoto constatou que os funcionários são mais engajados quando sentem uma conexão pessoal com a visão e a cultura da empresa – e isso não tem a ver com um escritório físico. 

O estudo mostra que o engajamento no trabalho remoto se dá através da confiança e do suporte oferecido aos colaboradores. 

Fornecer acesso a ferramentas online e plataformas de colaboração é apenas metade da equação. Para uma mudança na cultura da empresa, a confiança na equipe deve existir independentemente de os indivíduos estarem fisicamente no escritório ou não. Se a confiança não existe, a produtividade dificilmente existirá. 

Para os gestores, isso significa ouvir ativamente seus subordinados. A dinâmica do poder não desaparece no ambiente virtual. Só porque as pessoas têm acesso a uma plataforma de videoconferências não significa que as vozes de todos estão sendo ouvidas igualmente. 

Criar um ambiente de trabalho virtual colaborativo exige que todos, em particular os gestores, ouçam primeiro seus colegas. O resultado disso será uma cultura inclusiva com trabalhadores engajados. 

Por último, mas não menos importante 

Embora ainda estejamos aprendendo sobre como o isolamento social afetará o mundo do trabalho, uma coisa é certa: trabalhar de forma remota é mais produtivo.  

Uma equipe remota bem treinada está pronta para lidar com circustâncias inesperadas – seja com clientes ou mesmo colegas de trabalho.

Um guia para você viver e trabalhar como e onde quiser

Em 2019 lancei um livro chamado Nômade digital: um guia para você viver e trabalhar como e onde quiser.

Embora o foco seja nomadismo digital, o livro contém diversas dicas para quem quer trabalhar ou já trabalha de forma remota.

Um escritor que vive pelo mundo e conta histórias. Autor do livro "Nômade Digital".