O título parece bom demais pra ser verdade, né?

Ganhar dinheiro enquanto dorme… Que coisa mais utópica!

A internet está cheia de anúncios do tipo.

Ganhe até R$ 5 mil trabalhando 2 horas por dia e de onde quiser! Conheça a oportunidade que pode mudar a sua vida!“.

Empresa multinacional que atua em 83590234 países oferece oportunidade para você trabalhar em casa e ganhar até R$ 10 mil por mês! Basta criar sua rede e recrutar mais 38569137410 pessoas!“.

Bom, não se engane.

Meu texto não é pegadinha.

Não é golpe.

Não é proposta de marketing multinível.

Apenas continue lendo.

***

Você já ouviu falar de “renda passiva“?

A primeira vez que tive contato com o termo foi no livro “Trabalhe 4 Horas por Semana” — de novo: não se engane com o título.

Renda passiva, basicamente, é algo que você atinge após muito trabalho duro — não é algo que se consegue trabalhando 4 horas por semana, por exemplo. Para conseguir que o dinheiro entre em sua conta bancária enquanto você dorme, antes, deverá criar algo que entregue valor para as pessoas. Algo que você gaste várias horas criando durante um período de tempo, mas que depois de criado continuará lhe gerando ativos. É nisso que você trabalhará duro.

Ok, mas se não é pegadinha, como eu consigo fazer isso?

Bom, eu só tenho propriedade para falar sobre o que já testei na prática. E esse é o caso dos dois itens abaixo. Antes de continuar lendo, apenas tenha em mente que você, muito provavelmente, não conseguirá viver apenas das ideias explanadas aqui. No meu caso, mesmo tendo uma audiência online relativamente grande, esses itens são uma renda extra. Pagam algumas contas e fazem meus negócios girarem, mas eu não vivo disso — ainda, pelo menos! Haha!

Tendo isso em mente, vamos conhecer as tais maneiras para você ganhar dinheiro enquanto dorme.

Crie um blog

Essa é, muito provavelmente, a maneira mais popular de se ganhar dinheiro online e ter uma renda passiva. O problema é que, como o retorno do tempo trabalhado demora pra acontecer, muita gente desiste na metade do caminho. E aí falam que blog não dá dinheiro…

Vejam meu exemplo.

Criei meu blog em meados de 2013. Apenas em 2016 eu consegui monetizá-lo — ainda que de forma tímida.

Pra começar um blog é fácil: compre um domínio e contrate um serviço de hospedagem.

Não é programador nem manja de design?

Isso não é problema. Eu também não sou bom em nenhuma dessas coisas.

Instale em sua hospedagem alguma plataforma que gerencie o conteúdo — indico o WordPress — e baixe gratuitamente ou compre algum template para o blog. No meu caso, após ganhar os primeiros trocados com o meu conteúdo, decidi deixar o visual mais profissional e comprei o Rise Pro Theme.

Mas, e a renda passiva?

Não cometa o erro de, assim que criar seu blog, enchê-lo de anúncios e banners. Você deve criar conteúdo de qualidade para o seu nicho. Se sua expertise é marketing, escreva artigos dando dicas práticas sobre como aplicar tal estratégia. Se sua área é contabilidade, crie textos que respondam as dúvidas recorrentes do setor.

Depois de construir uma audiência, você finalmente conseguirá ganhar dinheiro com o blog enquanto dorme.

Tá, e como se faz isso?

Ganhando comissões como afiliado, vendendo espaços de publicidade ou encontrando parceiros. Não tem mistério. E, se você quer mesmo trabalhar duro nesse sentido, recomendo fortemente que se aprofunde nesses temas.

Independente da estratégia de monetização que escolher, tenha apenas o cuidado de não “perder a mão” com os conteúdos patrocinados. Principalmente com afiliados. Divulgue apenas produtos e/ou serviços que você testou e entendeu que podem gerar valor para a sua audiência.

Venda seus próprios produtos digitais

Produtos digitais, também conhecidos no mercado como infoprodutos, na minha opinião, são a melhor forma para você ganhar dinheiro enquanto dorme.

Cursos online, e-books, aplicativos e qualquer coisa não tangível que entregue valor pra alguém.

No meu caso, optei por criar um curso online — que, inclusive, você pode ganhar comissões como afiliado (aquilo que falei acima).

Levei pouco mais de 1 mês para definir os módulos, criar as aulas, desenvolver os materiais e gravar e editar os vídeos. Trabalhei duro durante esse período e agora estou colhendo os frutos. Como o curso é totalmente online e as aulas já foram gravadas, meu único trabalho é responder eventuais dúvidas de alunos e fazer uma divulgação aqui ou ali. O dinheiro continuará entrando sem que eu precise trabalhar tão duro como já trabalhei.

A dica é não dar “o passo maior que a perna”. Se você quer entrar no mundo dos infoprodutos, primeiro crie um blog ou um canal no YouTube e entregue muito conteúdo gratuito durante um período de tempo. Assim que tiver uma audiência fiel, pense em como você pode usar o seu conhecimento para criar algo que as pessoas queiram comprar.

***

Outras ideias para você ter uma renda passiva — e não testadas por mim, utilize por sua conta e risco!

Você já deve ter ouvido falar de YouTubers e Instagrammers, né? Basicamente, esses caras utilizam a mesma tática da criação de conteúdo gratuito, mas em plataformas diferentes. A forma de monetização é a mesma dos blogs.

Uma outra maneira bastante conhecida é o investimento em ações. Não entendo desse mercado, então não posso lhe dar alguma dica nesse sentido, mas saiba que é uma possibilidade. Criptomoedas, como o Bitcoin, também são uma boa opção de investimento — segundo especialistas, também não manjo disso.

A mais antiga forma de ganhar dinheiro enquanto se dorme, provavelmente, é através de royalties. Escrever livros, criar músicas, tirar fotografias… Se você tem um dom artístico, aproveite-o para gerar sua renda passiva.

28 anos, catarinense, escritor, empreendedor e freelancer em marketing digital. Eleito pelo LinkedIn como o terceiro brasileiro mais influente da rede em 2016. Escreve também no HuffPost e no Transformação Digital.

  • Topzera bro, esse é o caminho 🙂

  • Josiane Barbosa

    Matheus eu amei esse texto! Como sempre vc detona nos escritos. Até criei um blog e gostaria de saber a sua opinião sobre a minha página: aloucadatupperware.com
    Um abraço, continue assim, obrigada!

    • Poxa! Muito obrigado, @disqus_jEaPwiF9DU:disqus!

      Vou dar uma olhada no seu blog. Grande abraço!