“Bons artistas copiam, grandes artistas roubam”. (PICASSO, Pablo)

Essa famosa citação de Picasso é a premissa para o renomado livro “Roube como um Artista” de Austin Kleon. Com base em sua apresentação no TEDx em 2012, Kleon nos mostra como “roubar” ideias de tudo o que nos rodeia e combiná-las entre si (juntamente com nossas próprias ideias) para criar algo inteiramente novo.

Este é um livro pequeno, mas com grande efeito. O li em pouco mais de 1 hora, mas tenho certeza que levarei suas dicas para o resto da vida (sem exageros).

Abaixo está a segunda parte de um breve resumo de cada lição e como você pode implementá-las em sua vida como empreendedor, escritor, fotógrafo ou criativo em geral. Você pode ler a primeira parte clicando aqui.

6 – Faça um bom trabalho e compartilhe com as pessoas

No início, obviamente, você terá um pequeno público. Aproveite. Nessa fase você tem a chance de experimentar diferentes abordagens sem ter a pressão de ser alguém de renome dentro do mercado que atua.

O que você pode fazer?

Crie um grande trabalho, melhore-o de forma constante e compartilhe com o máximo de pessoas que conseguir. Aproveite as críticas como uma forma de aperfeiçoar seu produto ou serviço. Observe não só os grandes players do seu setor como também o de outros. Eles lhe ajudarão a obter novas perspectivas e melhorar seu trabalho ainda mais.

7 – A geografia não manda mais em nós

Quanto mais você viaja, mais conhecimento adquire e, como já escrevi aqui, mais inteligente e saudável você fica.

O que você pode fazer?

Você não precisa necessariamente sair do país para encontrar inspiração. Vá para a praia, dirija até uma cidade vizinha, pegue um avião para outro estado. Estar em movimento lhe ajudará a deixar sua zona de conforto e fazer novas conexões mentais.

8 – Seja legal (o mundo é uma cidade pequena)

Concentre-se em fazer novos amigos e ignorar os inimigos. É fácil se distrair e ficar tentado a responder comentários negativos, mas, isso é improdutivo. Evite entrar em discussões desnecessárias. Nada de tretar no Facebook.

O que você pode fazer?

Cerque-se de pessoas criativas e que tenham sucesso em determinada área. Quando você está rodeado dos melhores, se adapta mais facilmente ao nível deles. E, quando falo em cercar-se, não precisa necessariamente ser algo físico. Eu, por exemplo, adoro assistir os vídeos do Erico Rocha e do Gabriel Goffi. Eles não fazem parte do meu círculo social, mas os tenho como mentores e procuro absorver o máximo dos conteúdos publicados pelos dois.

9 – Seja chato (é a única maneira de terminar um trabalho)

As pessoas que são produtivas geralmente (geralmente!) levam uma vida mais chata. Criatividade requer energia, então você deve cuidar de si. Mantenha uma dieta saudável, pratique exercícios diários, medite e tenha uma boa noite de sono. Rotinas previsíveis, bons níveis de saúde e energia permitem que você seja mais produtivo.

O que você pode fazer?

Crie hábitos. Organize uma lista de tarefas de um jeito que lhe agrade e as cumpra. Já ouviu aquele papo de que uma tarefa executada por 21 dias seguidos se torna um hábito? Então…

10 – Criatividade e subtração

Estamos sendo vítimas de uma sobrecarga de informação. São as notificações do celular que não param de pipocar na tela, o feed de notícias do Facebook que parece um buraco negro, aquele vídeo curtinho do Snapchat que acaba lhe prendendo por bem mais que 15 segundos.

O que você pode fazer?

Crie limites para remover as distrações do seu dia a dia e manter o foco no trabalho. Precisa se concentrar em algo? Coloque seu celular em “modo avião”. Os smartphones são uma armadilha. É praticamente irresistível não clicar naquelas 12 mensagens recebidas no WhatsApp. Deixe de fora o desnecessário e foque no seu objetivo.

Bônus

Criatividade não é simplesmente um traço de personalidade que você nasce com, é um hábito consciente. Use os 10 segredos de Austin Kleon e comece a construir uma rotina de criatividade.

10 coisas que ninguém lhe disse sobre ser criativo (Parte 1/2).

Faça parte do meu grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!

28 anos, catarinense, escritor, empreendedor, growth hacker, guitarrista frustrado, marido da Laís. Eleito pelo LinkedIn como o terceiro brasileiro mais influente da rede em 2016.

  • Marina

    Matheus, que post sensacional! Tô aqui doida para ler esse livro, acho que assim que terminar o da Pixar, ele será o próximo na minha estante. Criatividade é uma habilidade que qualquer profissional precisa ter em qualquer área hoje em dia, né? Muito bacana mesmo 🙂 beijo!
    http://www.maridx.wordpress.com

  • Ótimo post !

  • Wladimir Menezes

    Bacana Matheus, gostei do seu site e destes textos. Também tenho grande interesse por esta área de criatividade. Parabéns!